Buscar

BENEFÍCIO DO CHÁ NO DIA-A-DIA!

Quais os principais princípios ativos e como eles funcionam



A forma de preparo do chá por nós mais conhecida e utilizada é a infusão, na infusão aplicamos as ervas medicinais em água fervente, desligamos, tampamos o recipiente e esperamos cerca de 5 a 15 minutos, um tempo que varia de acordo com cada erva.


Esse método garante que os princípios ativos das ervas passem para a água e possam ser inseridos em nosso organismo. Mas o que seriam estes princípios ativos e como eles funcionam no corpo ? Vamos descobrir !


Os princípios ativos são substâncias químicas que ao serem ingeridas provocam reações no organismo. Essas substâncias são sintetizadas através da exposição à luz solar e também pelos nutrientes extraídos do solo.


De acordo com as estruturas químicas essas substâncias podem ser separadas em alguns grupos principais :


Ácidos Orgânicos


São compostos químicos resultado das atividades produzidas por plantas e animais, possuem importantes funções no metabolismo da planta, como fotossíntese e respiração e diferentes do ácido úrico não atuam no processo de decomposição. Os ácidos orgânicos mais comuns são o ascórbico, málico , cítrico, tartárico e oxálico.


Um exemplo é a vitamina C (ácido ascórbico) , esta vitamina possui grande poder antioxidante contra os radicais livres, além de estimular a produção de colágeno, substância responsável por manter a lubrificação das cartilagens e a estrutura dos tecidos.


Ervas que contêm vitamina C : O Alecrim, o Dente-de-Leão, a Camomila, Malva, Cavalinha, Hortelã-Pimenta e Tília


Alcalóides


São compostos químicos nitrogenados presentes nas flores e folhas das plantas, por serem alcalinos ( básicos) possuem um gosto amargo. Essas substâncias ajudam a afastar insetos nas plantas e para nós pode ser usada como medicamento.


Com uma estrutura complexa, os alcalóides atuam no sistema nervoso como estimulantes. Podem causar dependência em menor ou maior grau, por isso é importante que sejam receitados. Alguns alcalóides famosos são : Morfina, cafeína e nicotina.


Um bom exemplo para compreender os alcalóides é a cafeína, essa substância atua como estimulante da parte central do sistema nervoso, diminuindo a

sensação de fadiga e deixando a pessoa mais concentrada.

Podemos encontrar a cafeína em diversas plantas como o: Cacau, Guaraná, Café, Chá-mate.


Antraquinonas


Derivadas dos antracenos, as antraquinonas são abundantes na natureza, sendo encontradas em fungos e plantas. Nas plantas protegem contra insetos e evitam que outras plantas cresçam no território. Possuem grande atividade terapêutica.


Por agirem irritando o intestino grosso, aumentando a motilidade intestinal e, consequentemente, diminuindo a reabsorção de água, são empregadas como laxativas.

Algumas plantas ricas em antraquinonas são : Sene, Ruibarbo, Cascara sagrada, Babosa.


A Aloína presente na babosa é uma antraquinona que ajuda no processo digestivo funcionando como laxante, estimulante e também como tratamento para obstipação (prisão de ventre), além de suas utilizações dermatológicas.


Compostos fenólicos

Os compostos fenólicos constituem-se por um grupo de metabólitos secundários, amplamente distribuídos no reino vegetal. Estes compostos apresentam propriedades antiinflamatórias, antibacterianas, antivirais, antialérgicas e anti tumorais, além de possuírem propriedades antioxidantes.

Essas substâncias não enzimáticas combatem os radicais livres, ajudando na prevenção ao envelhecimento. São elas que dão aroma e sabor a maior parte das ervas que constituem.


Alguns exemplos de plantas que contêm fenólicos são o hibisco e a moringa.




As cumarinas são substâncias derivadas do ácido o-cinâmico. Podem apresentar o odor que caracteriza uma planta, como é o caso do Guaco. Um destes metabólitos é o dicumarol, poderoso anticoagulante que contribui diretamente na circulação do sangue ao desobstruir coágulos.


Possuem em sua maioria ações dilatadoras tanto dos vasos sanguíneos quanto dos brônquios, também funcionam como fungicida prevenindo infecções e antiespasmódicos combatendo contrações musculares involuntárias.


Exemplos de Cumarinas : Arnica , Guaco, Lavanda, Camomila e Erva-doce.


Flavonóides


São a maior classe de compostos fenólicos vegetais. Ocorrem de forma livre ou ligadas a açúcares. Podem ser coloridos ou incolores. O termo vem do latim flavus, que significa amarelo devido à cor das flores da calêndula e da camomila.


Os flavonóides concentram-se mais na parte aérea das plantas, como folhas e flores, ajudando-as a se proteger do sol e dos raios ultravioletas. Seus efeitos biológicos incluem ação antiinflamatória, hormonal, anti-hemorrágica, antialérgica. São responsáveis pelo aumento da resistência capilar e também no auxílio da absorção da vitamina C.


Podem ser encontrados na : Salsa, Hortelã, Maracujá, frutas vermelhas e maçãs.


Mucilagens


Substância gomosa com qualidades nutritivas que se encontra em quase todos os vegetais, principalmente nas raízes e nas sementes. Na planta atuam como reservas de água, fonte alimentar e protetora de sementes em germinação.


São substâncias duras quando secas e ao entrarem em contato com a água incham e formam géis. Podem atuar externamente como emolientes ( efeito calmante sobre pele e mucosa) e também como antiinflamatório.


Combatem a tosse, formando uma película que protege a mucosa, atua na irrigação inibindo os espasmos e descongestionando a via respiratória. Protege a mucosa do trato digestivo de agentes irritantes, sendo usada contra úlcera gástrica.


Alguns exemplos são : Bálsamo, Chia, Linhaça.


Saponinas


Essas substâncias são glicosídeos, suas propriedades formam espuma persistente e abundante em presença de água. Tem propriedades cicatrizante, laxativa, diurética, expectorante e melhoram a circulação sanguínea.


Nas plantas esses compostos auxiliam no crescimento e no combate a pragas.


Alguns exemplos de onde encontrá-las são : Alecrim, Aloe Vera, Saboeira, Alho, Vinho.


Taninos


O tanino é uma substância química encontrada no grupo de fenóis vegetais. Este elemento pode ser encontrado em sementes, cascas e caules de frutos verdes. Por conta do sabor amargo que provoca, é um grande aliado para proteger plantas e frutos dos animais herbívoros.


Contém propriedades adstringentes reduzindo secreções, ajudando no controle da pressão arterial, antissépticos reduzindo a proliferação de microorganismos e tonificantes, refrescando e fortalecendo os tecidos.


As plantas mais ricas em taninos são: Acácia, Angélica, Cânfora, Lavanda, Melissa, Alecrim, Tomilho.


O chá de todo dia



Agora que você já conhece alguns dos princípios ativos presentes no chá, que tal conferir nossa linha de chás ? Oferecemos variedades de chás com diversos aromas e sabores. Faça deste hábito um delicioso momento de saúde e autocuidado.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo